25.1.09

café, chocolate, leite e bolacha de noz








a forma de te procurar e a forma do que procurei encontram-se, quando, contigo, pude escrever o livro.

ainda nos encontramos quando tu e eu sabemos que, no ritmo do enredo, há um segredo que certamente criámos
.

Maria Gabriela Llansol
A Causa Amante

8 comentários:

clarinda disse...

Moriana,

Temos que partilhar estes livros :)

Boa semana.

Adoro causa amante.

beijinhos

magarça disse...

Delicioso :)

Jaime A. disse...

Procurei uma forma de nada.
O teu segredo chamava-se maresia.
O teu livro,o sono profundo
das águas.
Houve um enredo,
uma história;
escrevi-a enquanto o Sol
me dardejava,
num tocante debrum.
Tentei sorrisos,
malícias, sedução...
as tuas costas viraram-se,
a tua roupagem não o era.
Não te quis conhecer,
a tua ida fora sedosa, pronto!
Hoje vivo longe das ilhas,
em marés suicidas.

Miguel Barroso disse...

Gostei do blog.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

moriana disse...

A semana, os dias, passam vertiginosamente e nem lhes conto as horas. São tantas...

Partilharemos, pois claro :)

bjs.
(já nem sei de que terra sou)

moriana disse...

Mesmo muito, os cafés e as bolachinhas do Starbucks.

O livro, bem, estava mesmo ali ao pé, à minha espera :)

moriana disse...

Também eu vivo longe das ilhas, das nove ;) mas o mar persegue-me.

Todavia, parece-me estar no centro de uma ilha...

bj.

moriana disse...

Olá Miguel, sê bem vindo:)

(de facto, há muitas "marias" na terra...)

volta sempre