21.4.09

:)





«Sê mentalmente flexível. A força não está em ser-se firme e forte mas em ser-se flexível. A árvore, que é flexível, aguenta-se no meio da ventania. Reúne em ti a força que existe na brisa ligeira.

A vida é estranha, tem tantas coisas a acontecerem inesperadamente, que a mera resistência não resolverá qualquer problema. Precisamos de infinita flexibilidade e de um coração simples.

A vida é como o fio de uma lâmina, e cada um tem de percorrer esse caminho com extremo cuidado e flexível sabedoria.

A vida é tão rica, tem tantos tesouros, mas chegamos a ela com os corações vazios; não sabemos encher os nossos corações com a abundância da vida. Interiormente somos pobres e, quando as riquezas da vida nos são oferecidas, nós recusamo-las.

...»

Jiddu Krishnamurti, «Cartas a uma jovem amiga»
(excertos)
Imagem de Palomanest

10 comentários:

comboio turbulento disse...

Sê flexível mas sem que as costas te fiquem a doer. a flexibilidade pode virar subserviência. No ponto certo, é inteligência. Está tudo na medida do bom senso (mas como costumo dizer ele não se vende no Continente e por isso poucos o têm :)

Jaime A. disse...

Lista de tarefas: desaprender a firmeza, suavizar o coração para o tornar permeável, ser gente em vez de ser só "isso".

Beijos dalguém (ainda) em construção/desconstrução permanente (que fazer? That's the way I am...)

Filipe Oliveira disse...

demora uma vida inteira a aperfeiçoar a própria vida

bjs

helen ps disse...

Bondade, ternura, gratidão, tantas coisas boas podem encher um coração - e tanto mais cheio delas, mais leve ficará!

Abraço,

PAZ e LUZ

Susana Miguel disse...

um coração simples e para mim estas palavras são tudo:)

beijinho, moriana.

moriana disse...

Alguém ficava em fúria quando se pronunciava "bom senso". Não me lembro quem :)

um pouco mais desta carta:

"...O amor é uma coisa «perigosa» (pensamos)...São poucos os que são capazes de amar, e tão poucos os que querem o amor. Amamos segundo as nossas próprias condições, fazendo do amor uma coisa de mercado. Temos mentalidade mercantil, mas o amor não é comercializável nem é um negócio de troca.
..."

Ama, sobretudo, a liberdade.
bj.

moriana disse...

Ainda e sempre, espero. A casa precisa de manutenção constante :)

bjs.

moriana disse...

Sim, Filipe, concordo :)

abraço.

moriana disse...

Encher para ficar leve, fiquei a pensar, Helen :)

abraço.

moriana disse...

Simples e leve, segundo Helen :)

beijinhos, Susana Miguel.