2.3.10

diários #26



Rodapé estreito, branco, a marcar o fundo da caneca, violet is blue, mãos a medirem o sentido da frase, a imaginarem quentura de hortelã e mel. Black is beautiful, yellow is gold, grey is… cores a conjugarem sorrisos, a conversarem olhares nas prateleiras da loja.

passos a esbarrarem nas coisas, des-sincronizados com o espaço, derramando corpo no corpo, disléxicos, os braços a sonharem cair, assim, abruptamente, nos braços, depois de tanto tempo.

o balanço da carruagem, olhos a pararem o sonho, olhos a reconhecerem o vulto sincronizado a outro vulto, sorriso a soltar-se da boca, na boca. Violet is blue, black is beautiful

sonho a permanecer no sonho, depois de tanto tempo.

3 comentários:

JFDourado disse...

O que seria de nós sem os sonhos...
É sempre tão bom passar por aqui e ler-te :)*

moriana disse...

pedra filosofal :)

(have a seat)
bj.

日月神教-向左使 disse...

.................................................
.