18.4.11

sur la route qui sort de nous



je suis si seul que je ne reconnais plus la forme exacte de mes mains

et je sens mon coeur en moi comme une douleur etrangère



(jules supervielle)

12 comentários:

lepetitroyaume disse...

[dá-me o quarto vazio da minha casa]

http://www.youtube.com/watch?v=47iOUCQF4nQ

(desfruta)

lepetitroyaume disse...

[dá-me o quarto vazio da minha casa]

http://www.youtube.com/watch?v=47iOUCQF4nQ

(desfruta)

1.01 disse...

je reconnais cette lieu...

Isabel disse...

O tempo passa... O ódio fica?

bruno disse...

estás no facebook, moriana?
beijinho.

Jaime A. disse...

e tudo me espanta:
até o meu corpo cego,
a vaga agonia de uma visão
inacabada,
ainda...

regresso a um tempo finito, indesejado para já...

moriana disse...

(vazio...vazio?...)

bj. :)

moriana disse...

ah bon

:)

moriana disse...

provavelmente
:)

moriana disse...

bruno,
moriana não está no facebook
:)
beijo

moriana disse...

eu acho que já nem um burro a voar me espantaria

:)

Jaime A. disse...

espero que não sejam burros o que as minhas palavram te lembram... :)