27.4.09

the wind that shakes that barley





328 Uma casa retirada, um pátio de mosaico, um silêncio a envolver tudo. E é isso, o silêncio, o que ressuma do todo que me retém o olhar contemplativo. Penso-me então a absorver esse silêncio que possivelmente não existe senão do lado de cá em que o imagino. De todo o modo penso que seria bom experimentá-lo, ao menos enquanto dura em mim a ilusão do seu irreal. Mas sempre é assim. A ilusão dura um pouco, enquanto a realidade a não gasta. O silêncio imaginado no ruído da cidade e que no campo se consuma até que o próprio silêncio comece a fazer ruído.


Virgílio Ferreira, Escrever







Imagem de Katia Chausheva

4 comentários:

Intruso disse...

adoro a foto

e o VF

moriana disse...

Olá intruso :)
estranha e belissima, a foto, K. Chausheva é uma das minhas fotógrafas preferidas.

VF é...VF!

Parapeito disse...

foto cheia de nostalgia...dá para sentir o silêncio

Dias de brisas mansas ****

moriana disse...

Talvez pelas ilhas, por aqui há uma friagem nostálgica de inverno
:)