22.10.08

bluebeard's castle






chegava
e pousava-lhe mansamente
as chaves da casa nas mãos

de cada vez ela entrava
mesmo sabendo que um dia
encontraria a porta azul
amava-o











Imagem de Anke

4 comentários:

antónio paiva disse...

...

quão suave como encantator.

fez-me sorrir.

beijo.

moriana disse...

olá, antónio paiva:)

"quem com fogo mata, com fogo vem a morrer", seria um ditado popular adequado ao desfecho do Barba Azul...

Há uns tempos assisti a uma representação fabulosa deste conto infantil. Pela companhia de teatro da Cornucópia, uma das melhores que temos, se não mesmo a melhor.

(é bom sorrir:)

beijo.

Idun disse...

belo.
mas era por isso que ela se vestia de azul. para se ir(con)fundindo com a casa...

moriana disse...

hmm, não tinha pensado nisso, Idun:) Gosto das tuas reflexões, judam-me a ver mais claro.

( e como vão os teus dotes de fotógrafa?)
:)